12 de Novembro de 2008

UTAAC - Unidade de Técnicas Aumentativas e Alternativas de Comunicação

*
A UTAAC é um serviço de intervenção transversal, integrado no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian. Esta unidade tem como principal objectivo apoiar a temática da Comunicação Aumentativa e Alternativa, da qual as Tecnologias de Apoio e a utilização de Sistemas Gráficos de Comunicação são parte fundamental.
*
Direcciona-se de uma forma geral a apoiar Utilizadores (ou potenciais utilizadores), Pais e/ou Familiares e Profissionais das diversas áreas de atendimento. Estes podem ser utentes do Centro, ou de outras instituições ou serviços da comunidade, propostos em parceria com a Equipa de Triagem.
*
Destina-se a pessoas com paralisia cerebral ou situações neurológicas idênticas, com disfunções comunicativas, que necessitem utilizar a Comunicação Aumentativa e/ou Tecnologias de Apoio à Comunicação. Podem para além disso, ter necessidade de utilizar diferentes formas de acesso ao
computador de modo a poderem participar nas actividades académicas do currículo educativo, em igualdade com os seus pares sem deficiência.
*
Sendo a Educação um direito fundamental para qualquer ser humano, é necessário técnicos e pais/familiares, descobrirem novas formas de intervenção educativa, com estratégias adequadas à especificidade de cada situação, num processo de intervenção conjunta. Para que haja sucesso na aprendizagem, as actividades curriculares deverão ser criadas e/ou adaptadas de forma a permitir aos alunos oportunidades de sucesso, por maior que seja a sua incapacidade. A selecção das tecnologias de apoio adequadas a cada caso, assim como o treino dos seus utilizadores em contextos naturais, serão objectivos desta Unidade.
*
O Treino e a Formação dos profissionais e dos próprios familiares, assim como a criação de materiais pedagógicos adequados, considerados como elemento chave em todo o processo educativo, são também do âmbito desta Unidade.

ÁREAS DE INTERVENÇÃO

1. AVALIAÇÃO
A UTAAC dispõe de uma gama diversa de materiais tecnológicos indispensáveis no processo de avaliação de casos com disfunção motora grave e de comunicação. A avaliação é feita pelos técnicos da UTAAC, com experiência nesta área em colaboração com os técnicos responsáveis pelo caso proposto. Os pais podem assistir caso o desejarem.
*
2. INTERVENÇÃO
Tem como objectivo principal, implementar aspectos relacionados com a Comunicação em geral e a Autonomia na realização de actividades académicas.
A intervenção é baseada em actividades desenvolvidas de acordo com os níveis do caso proposto, de modo a proporcionar-lhe o desenvolvimento das suas capacidades de comunicação e aprendizagem. Na UTAAC, as actividades são organizadas e adaptadas de modo a facilitar a participação activa da criança/jovem com disfunção motora. Para isso e de acordo com as características de cada caso, utilizam-se uma gama de Tecnologias de Apoio mais ou menos sofisticadas, integradas nas referidas actividades, de forma a aumentar e promover a participação da criança/jovem, considerando-se um factor importante em todo o processo de ensino-aprendizagem
*
3. ORIENTAÇÃO E SEGUIMENTO
A inclusão dos alunos com necessidades educativas especiais, implica em muitos casos a utilização de tecnologias específicas na própria escola. Pretende a UTAAC, apoiar estruturas regulares de ensino de modo a que estes alunos aumentem as suas capacidades de aprendizagem, e os professores utilizem metodologias de ensino mais eficazes.
*
4. FORMAÇÃO/INFORMAÇÃO
Considerando o desenvolvimento de meios tecnológicos específicos e sua integração em metodologias de intervenção educativa como factores fundamentais no processo ensino aprendizagem, constata-se a necessidade premente de formação, actualização e treino tanto dos familiares como dos profissionais que lidam diariamente na intervenção/interacção com estas crianças/jovens com dificuldades várias.
*
*
As equipas multidisciplinares do Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian (CRPCCG), dão apoio técnico a esta Unidade, de acordo com cada situação proposta.
*
Procedimentos:
  • Os pedidos para avaliação de casos ou intervenção podem ser feitos por escrito e dirigidos directamente à Equipa de Triagem do CRPCCG.
  • Os pedidos para Formação ou Orientação nas Escolas/Instituições podem ser dirigidos directamente à UTAAC.
*
Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian
Avenida Rainha Dona Amélia
1600-676 Lisboa
Telefone: 21 751 27 00
in Folheto Informativo da UTAAC - CRPCCG

2 comentários:

Branca disse...

Bom Dia
Tenho um aluno com 5 anos que tem Paralisia Cerebral. Gostaria de fazer uma formação sobre tecnologias de Comunicação aplicadas a alunos com esta problemática. Agradecia que me enviassem um plano de formações ou informações onde me possa dirigir.
Os melhores cumprimentos

Mãe Sisa disse...

Olá Branca
Posso enviar-lhe os planos dos próximos cursos que (se não me engano) serão realizados nos intervalos lectivos. Para isso escreva-nos um mail para ficarmos com o seu contacto, uma vez que o seu perfil não está acessível.
um abraço